15 de janeiro de 2016

Às vezes o tempo volta...


Estranho como tenho impressão de que às vezes o tempo volta aqui na ilha... e não, não inventei nenhuma máquina do tempo! 

Já descrevi em outros posts aqui do blog, o costume local de venderem diversas coisas no sistema porta a porta... desde ovos de páscoa, passando por plantas, roupas de cama, peixe fresco, produtos coloniais (salame, queijo, mel, cuca, biscoitos, etc.), pastéis, picolé, roupas, pães e, especificamente hoje me ofereceram produtos de limpeza caseiro...

Senti o tempo voltar quando um vendedor bateu no portão para me oferecer produtos de limpeza caseiro... Lembrei da minha infância na Zona Norte de São Paulo, quando semanalmente passava um caminhão bem pau velho, cheio de bombonas com produtos de limpeza, conectadas por uma mangueira com torneira... eles ofereciam seus produtos por um sistema de som em alto falante, onde a frase mais repetida e que ficou na minha memória foi: "-Olha a cândida!"... As donas de casa sinalizavam na porta a intenção de compra, o caminhão encostava e enchia os vasilhames próprios (valor mais caro neste caso) ou os que as pessoas traziam (olha a reciclagem nos anos 80!) com um descontinho no valor...

De uma certa maneira, reviver essas sensações traz aquele aconchego de infância... quando o tempo transitava de forma diferente, mas que deixaram suas marcas calcadas na minha memória...